SCANDIFORNIAN, O MELHOR DE DOIS ESTILOS

A nossa casa tem de ter o nosso ADN dentro dela: no estilo, nas paredes, nos detalhes… em tudo. E é assim que sinto a minha casa, um espaço que transmite o que eu e o meu namorado somos e que está adaptado ao estilo de vida que nós queremos viver.

 

Um toque quente para o estilo escandinavo

Adoro o estilo nórdico, principalmente a sua simplicidade e a sua funcionalidade, mas há coisas que não encaixam na minha vida. Sinto que lhe falta um toque mais quente.

Inconscientemente, aqui em casa, juntámos a esse estilo detalhes tropicais, já que aqui em casa somos apaixonados por destinos repletos de palmeiras, sol e mar. Assim como, nos agrada bastante as texturas naturais, como a madeira num tom suave, o bambu, o vime ou a palha. E, inconscientemente, transformamos a nossa casa num paraíso do estilo Scandifornian, uma das grandes tendências em decoração do momento.

O que é o estilo Scandifornian?

Num resume muito resumido é a união do melhor do estilo escandinavo (Scandinavian) com estilo de vida da Califórnia (Californian). Onde o minimalismo do norte da europa estabiliza a forma relaxada da vida californiana e, por sua vez, o estilo da Califórnia traz uma energia mais quente ao escandinavo, tornando-o mais espontâneo e com um toque boémio.

 

Os princípios básicos do estilo Scandifornian

 

Como são os espaços Scandifornian?

As paredes e tetos continuam a transmitir luz e amplitude, sempre pintados num tom bastante claro, de preferência o nosso querido branco. Por sua vez, o pavimento pede madeira, de preferencia, também num tom claro. Esta é a base, a que nos remete bastante para um estilo nórdico clássico, mas é a única forma de mantermos o lado selvagem da Califórnia baixo controle.

Com o espaço amplo e repleto de luz, toca-nos agora preenchê-lo para conseguirmos o tal minimalismo boémio que este estilo tanto pede.

O Scandifornian mistura a decoração de ambos estilos

Depois de termos um espaço luminoso e amplo é necessário dar-lhe vida, mas com controle. O mobiliário continua a pedir-se de tons claro, branco ou madeira clara, e de linhas simples. A esta simplicidade misturamos uma ou outra peça tirada do baú, com um estilo inspirado nos anos 70 ou mid-century.

O estilo mid-century tem, também, origem escandinava a meio do seculo XX. Consiste em peças de linhas simples, más futuristas para a época, ao qual se junta uma forte vertente funcional e tecnologia. Um dos ícones deste estilo é a Tulip Chair de Eero Saarinen criada em 1955.

Além dos elementos vintage, o estilo Scandifornian pede, de forma imperativa, vários detalhes em fibras naturais e têxteis que lembram o boho: tapetes, mantas e almofadas de origem étnica; mas claro que estes detalhes mais boémios não podem ser usado de forma abusiva, porque o branco tem que continuar a ser o rei e a transmitir o minimalismo típico de uma casa nórdica.

Para complementar este estilo é também interessante incluir plantas bem verdes, principalmente catos, para nos remeterem para uma zona mais desértica.

É muito importante continuar a manter a harmonia dos escandinavos, sem grandes apontamentos de cor, com uma palete de cores bem uniforme, como podem ser os tons terra, mas sempre com o branco a predominar.

Sem querer tenho a minha casa ao estilo Scandifornian e sinto-me totalmente identificada, já que sou uma pessoa muito prática, no que toca à vida em casa, gosto de coisas simples e é imprescindível para mim viver num ambiente tranquilo e harmonioso. Por outro lado, sou apaixonada por palmeiras, fibras naturais e plantas. Este é, sem dúvida, o meu estilo de decoração e de vida.

fonte: Pinterest, Revista Ad, El Muble e Nomad Bubbles

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.