PEÇAS ÍCONE DO ESTILO NÓRDICO

Um estilo que nos enche a casa de conforto, funcionalidade e uma beleza simples que traz tranquilidade. Como não gostar?!

O estilo nórdico já está implementado nas nossas vidas há vários anos, principalmente, graças à marca de mobiliário e decoração low cost da Suécia, que começa em “I” e acaba em “KEA”. Ela trouxe-nos uma forma diferente de decorar e de viver em casa, mas a nossa curiosidade fez que conhecemos mais desse estilo de decoração e descobríssemos peças que dão aquele toque tão especial dos escandinavos.

Por isso, hoje trago-vos as peças mais icónicas do estilo nórdico, que na maioria dos casos não vemos replicadas na loja sueca que temos por perto.

Stool 60 de Alvar Aalto [1933]

Um banco de três pernas que combina com qualquer ambiente, que pode servir também de mesa de apoio. Esta peça foi pioneira no seu tempo, devido à forma de trabalhar e dobrar a madeira.

String de Nils Strinning [1949]
Criada com o objetivo de participar num concurso de estantes sueco, venceu e é, hoje em dia, essencial em qualquer sala escandinava para manter a sua essência “organizada descontraída”.

Wishbone Chair de Hans Wegner [1950]

Também conhecida como a cadeira CH24 ou Y, está inspirada nos retratos dos comerciantes daneses que pousavam sentados em acentos da dinastia Ming, por isso está incluída na serie “cadeiras chinesas”.

Monkey de Kay Bojesen [1951]

O meu preferido, não fosse eu uma apaixonada por macacos e todos os seus primos e irmãos. Este simples macaquinho de madeira é um clássico que aparece na maioria das casas nórdicas, principalmente as que têm crianças.

Hang it all de Charles and Ray Eames [1953]

Este casal de designers norte-americano tem dezenas de peças que poderíamos descrever como ícones, mas este cabide é, sem dúvida, um clássico das casas do norte da europa.

Sideboard de Finn Juhl [1955]

Este designer autodidata passou algo despercebido, sendo mais conhecido no estrangeiro que no seu próprio país. Foi ele o responsável pela introdução do estilo escandinavo nos EUA. Este aparador, simples, mas com personalidade própria, foi inspirado no estilo do casal Eames.

Mademoiselle de Ilmari Tapiovaara [1956]

Um clássico de madeira dos anos cinquenta, que hoje em dia continua a encaixar perfeitamente com qualquer espaço, devido à sua simplicidade que não deixa de ter bastante personalidade.

Tulip de Eero Saarinen [1956]

Tanto a mesa como a cadeira conhecida por Tulip são ícones do design. Estas peças surgiram na tentativa de o criador eliminar as patas, já que ele defendia que “a parte inferior das cadeiras e mesas criam interiores confusos e incómodos”.

PH Artichoke de Poul Henningsen [1958]

Este candeeiro de 72 folhas foi criado, originalmente, para um restaurante modernista em Copenhaga, onde hoje em dia continua a ser iluminado pela sua luz.

The Flowerpot de Verner Panton [1968]

Criada na época do “Flower Power”, o criador desta peça sempre a imaginou em grupos de 10, para dar a sensação de um jardim.

O pássaro dos Eames

Não encontrei a sua origem, mas sim que estava na casa do Eames e fazia parte da sua coleção de peças que traziam das suas viagens. Eles são americanos, mas encontramos esta peça na maioria das casas nórdicas.

Os clássicos vieram para ficar

Criam-se peças de mobiliário todos os anos, mas estas, com mais 50 anos e continuam a invadir as nossas casas e a serem as mais desejadas. Qual é a vossa peça preferida de mobiliário ou decoração?

imagens: Pinterest

Comentar

Os campos obrigatórios estão marcados *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.