HISTÓRIA | CASA DE PESCADOR

Há alturas que só nos apetece ir, para onde nada nos incomodo e onde o passar do tempo seja tranquilo. Para muitos, esse local talvez seja uma pequena casa, onde só cabe o que realmente faz falta, e onde se sinta a brisa do mar todas as manhãs, tal como a que vos trago hoje: uma pequena casa de pescadores.

Na Dinamarca, uma pequena cidade portuária, nas proximidades de Copenhaga: Taarbæk; é o local que Nanna, consultora de feng shui, escolheu para viver tranquilamente com os seus dois pequenos.

Veio parar a este apartamento por um engano afortunado. Enquanto procurava uma nova casa na cidade de Lyngby, escreveu algo errado e apareceu-lhe este simples e encantador apartamento. Foi vê-lo e foram necessários poucos minutos para tomar a decisão: é esta! Uma pequena casa de pescadores, com mais de cem anos, conquistou-a, principalmente, pelos dez metros que a separam da água e pela pequena praia que tem à porta de casa, onde os miúdos podem correr e apanhar caranguejos.

Para ela, é como viver em um navio, mas sem o agitar das ondas. Lá dentro, foi inevitável a decoração em tons azuis. A casa e todo o ambiente que a envolve pedia essa cor, pedia que fosse como o mar: suave, tranquila, mas cheia de energia.

Os detalhes que Nanna escolheu para esta adorável casinha de pescadores fizeram dela única: na ilha da cozinha, podemos ver todas as brincadeiras das crianças arrumadas meticulosamente e um tapete cheio de encanto, mas confortável e pratico para que os mais pequenos possam brincar; no quarto principal, a solução que encontrou para fazer de roupeiro é fantástica, uma reciclagem simples mas que faz toda a diferença.

O melhor é ver todas as imagens com atenção, para encontrar todos os detalhes que fazem esta casa brilhar e que também lhe podem servir de inspiração para a sua casa.

fonte: Bolig Magasinet

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.