Dicas (101)

DICA | PINTAR PORTAS

Por vezes ficamos tão obcecados em destacar que nos esquecemos do que realmente queremos e da forma que vivemos. Em casa, por vezes, queremos copiar tudo o que vemos nas revistas e no Instagram, espaços perfeitos, onde a harmonia é impecável e onde cada recanto parece estar pensado ao pormenor. A verdade é que estão, a maioria do que vemos por aí é mera publicidade, espaços preparados para que todos gostem deles, com técnicas de marketing para que ninguém fique indiferente.

Que tal dar um toque de personalidade e alegria com algo real, algo simples que pode fazer com uma lata de tinta e pinceis ou simplesmente com fita-cola. Já pensou em pintar as portas de casa? A porta de entrada vai ficar espetacular, se for no lado de fora, vai destacar de toda a vizinhança, mas se não é isso que lhe apetece, pode pintar por dentro, a principal ou as dos quartos, por exemplo.

Pode pintar as portas da cor da parede, que vai limpar o espaço, dando-lhe mais amplitude e harmonia, mas também pode fazer que a porta seja a decoração do espaço, com uma cor radiante que combino com o resto dos elementos. Também pode fazer um padrão geométrico com fita-cola, super fácil e acessível. Deixo-lhe muitos exemplos para se inspirar.

fonte: Pinterest

Historia (5875)

HISTORIA | APROVEITAR OS DEFEITOS

A maioria de nós está fechado em casa e os diretos do Instagram, as vídeo chamadas em família ou profissionais, as danças do TikTok, as formações online e todo o tipo de conteúdo digital multiplicasse e são realizados e produzidos integramente dentro de casa. Não sei se é só a mim, mas quando vejo qualquer um deste tipo de conteúdo a primeira coisa que reparo é na zona circundante do protagonista: os detalhes, a arrumação e a harmonia; e, sinceramente, se a coisa é assim para o horrível (que tem sido a maioria) eu não consigo ter a total atenção no que a personagem está para ali a fazer ou a dizer.

Será que depois destes dias confinados, as pessoas vão ter mais consciência da importância da harmonia dentro de casa? Quero acreditar que sim, de qualquer forma, mesmo que não tenha confirmado em nenhum estudo de uma faculdade americana qualquer, posso garantir que as pessoas que têm uma casa criada a seu gosto e repleta de harmonia estão a passar bastante melhor esta quarentena.

E agora, já que estamos aqui, deixo-vos com um apartamento daqueles que eu adoro. Sueco, pequeno, simples e que aproveita ao máximo os seus pequenos defeitos, muito ao estilo Wabi-Sabi.

Por vezes desesperamos quando o ponto de luz não está no sítio que devia estar, mas é tão simples como assumi-lo e deixar o cabo pendurado para um toque de personalidade ao espaço. E quando temos paredes mal tratadas?! Umas pinceladas de tinta e ficamos com uma parede repleta de estilo. Deixar uma casa harmoniosa não tem que ser difícil e dispendioso, tem que ser simples e agradável.

fonte: Alvhem

VIAGEM (162)

VIAGEM | SINGAPURA

Se me acompanham há algum tempo, sabem que vivo em Espanha e aqui a liberdade de movimentos deixou de ser um dado adquirido desde o passado sábado dia 14 de março, estamos todos (ou melhor, as pessoas minimente responsáveis e conscientes) dentro das nossas casas, teletrabalhando, descobrindo novas formas de estar em casa ou simplesmente não fazendo nada. E agora, as viagens é algo que parece tão remoto, neste momento a viagem que mais me apetece fazer é mesmo ir a Portugal e estar com os meus. É nestes momentos, que nos apercebemos que o mais importantes são as pessoas, o resto?! É isso mesmo, resto.

Devo-vos muitas das minhas últimas viagens. Vou tentar atualizar a rubrica de viagens, mas sem grandes promessas. Começo por Singapura, fui em setembro, fiquei la quatro dias e adorei.

Quando viajo, ao contrário da maioria de pessoas que adora viajar, vejo e documento-me muito pouco do que há ou não para fazer a onde vou. Gosto de ir sem saber bem o que vou encontrar, sem grandes expetativas e poder surpreender-me. Foi o que aconteceu em Singapura. Sabia algumas coisas, principalmente leis e normas básicas para não ser multada ou presa: como que não podemos comer pastilhas elásticas, é que nem sequer há à venda; não se pode comer ou beber no metro; não se pode atravessar a rua fora das passadeiras; entre outras, mas a maioria relacionadas com a limpeza e a higiene.

São fanáticos pela higiene e isso nota-se. Dormi na China Town e era tipo a Disney, ruas limpíssimas, tudo organizado e com um urbanismo super bem cuidado. O meu hotel era uma espécie de “colmeia”, nunca tinha dormido num sítio assim, a história de partilhar casa de banho não me assiste, mas ali foi super fácil. Tudo muito limpo e organizado.

O que gostei mais deste lugar foi a diversidade cultural, em Singapura conseguimos quase dar a volta à Asia em poucos quilómetros. Temos o bairro chinês, o árabe e o indiano, todos têm a sua essência, mas o meu preferido foi o árabe. Deixo-vos algumas fotos que tirei em cada um deles.

Chinatown

Litle India

Arab Street

Deixei para o fim o que é mais conhecido da Singapura no mundo: os grandes edifícios, inovadores e estruturas megalómanas que surpreendem. Também gostei bastante desta parte, porque mesmo tendo muito betão, é betão que se enquadra com a cidade e não me pareceu despropositado. Vejam as fotos desta parte da cidade.

Nem tudo é perfeito, mas achei um lugar bastante interessante para visitar e aproveitar durante uns dias.

Depois destes dias em Singapura, fui para as Filipinas, mas isso fica para outro dia.

fonte: Carolina Baracho Saleiro

 

Antes & Depois (183)

ANTES & DEPOIS | A CASA NOVA

Já vos tinha falado que tenho uma casa nova, que era horrível e precisava de um refresh urgeeeeeeeeeente. Se não viram esse post, recomendo, antes de continuar a leitura, lê-lo aqui.

Foram feitas obras, o orçamento não chegou para tudo o que queríamos, porque aparecem sempre mil e uma coisa que queremos mudar, mas acho que conseguimos fazer um bonito pano de fundo para criar um lar bem ao nosso estilo. As principais mudanças foram:

  • Mudamos todo o pavimento flutuante do apartamento, de um castanho normaleco a um totalmente branco, com veios e textura da madeira que simula perfeitamente o natural, escolhemos um de qualidade alta e anti choques, e é fantástico. Muita gente “odeio” o pavimento branco, mas por experiência própria comprovo que se vê muito menos a sujidade que qualquer outro, além da harmonia que trás.
  • Pintamos todas as paredes e tetos de branco Vão dizer, “mas é tudo branco?”, pois sim… por isso digo que criamos um bonito pano de fundo.
  • Mudamos toda a cozinha e sim, também é branca, mas tem bancada de madeira de bambu e detalhes em preto. Estou apaixonada!
  • Tiramos três portas em locais que para nós não faziam qualquer sentido, criando assim uma zona social muito mais aberta e harmoniosa.

Gostávamos de ter podido trocar a cor das portas e a casa de banho, mas foi completamente impossível. Agora estamos na fase de vender alguns dos móveis que tínhamos, que não fazem sentido aqui, comprar novos que façam falta e detalhes, estes últimos faltam bastante, mas pouco a pouco teremos tudo ao nosso gosto.

Deixo-vos algumas imagens do antes e depois que, modéstia à parte, ficou bastante melhor.

Se quiserem alguma informação de alguma peça ou da obra estejam à vontade para perguntar. E já agora, ideias para os detalhes e opiniões são super bem vindas.

fonte: Carolina Baracho Saleiro

Historia (5861)

HISTÓRIA | NATURALIDADE DO NATURAL

A vida são dois dias e já estamos a entrar no segundo.

Parece um cliché e talvez o seja, mas este é um lema essencial para mim, juntamente com o “Amor, com amor de paga”, mas este fica para outro dia. Estamos confinados, sem saber exatamente quando vai terminar isto. Com medo do futuro, com medo da nova recessão económica que aparenta vir por aí e, ao mesmo tempo, aborrecidos dentro das nossas casas que não as preparamos para isto.

Para esta última situação ainda vai a tempo de a mudar, estamos em casa, com mais tempo para ela e ela precisa ser o nosso oásis, para tempos difíceis, mas também para os bons momentos que estão por vir. Há imensas lojas que têm os seus comércios online a funcionar (deixo algumas no final deste post), vamos tratar das nossas casas e fazer que este confinamento seja agradável e até se habituar a estar em casa sem fazer nada, porque não fazer nada também é uma arte que temos que aprender a desenvolver.

Deixo-vos com um simples, mas repleto de encanto, apartamento na nossa queridinha Suécia, onde o uso de materiais naturais faz dela um natural oásis para pensar, criar, esquecer e aborrecer-se.

Lojas online de decoração (que eu gosto muito):

P.S: Estou a preparar um post com o antes e depois da minha casa nova.

 

fonte: Alvhem

Historia (5849)

HISTÓRIA | HAPPY LOFT

Todos os que me conhecem minimamente sabem que sou esteticamente organizada, alguns dizem que tenho TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo). Não sei se chego a tanto, acho é que a malta é que é extremamente desorganizada e não consegue intender que cada coisa tem o seu sítio e todas elas têm que combinar para criar um espaço bonito e harmonioso. Assumo, há várias coisas que estou a tentar controlar, como: que uma roupa não pode ser estendida com molas de diferentes cores ou formas; a posição exata em que as coisas têm que estar, ao nível do grau mais para esquerda ou mais para a direita. Porque sei que me prejudicam no dia-a-dia e não me trazem nada de positivo (mesmo que eu adorasse que tudo estivesse perfeito aos meus olhos). E não venham dizer que é preciso muito tempo para tudo isto, tempo há sempre é preciso é ser organizado.

Tudo isto, para vos contar o quão importante é chegar a casa e sentir-nos que ela nos recebe com um sorriso. Este sorriso para cada um de nós pode ser muita coisa, no meu caso é que as coisas estejam no seu lugar e que haja espaço para respirar (odeiooooo bugigangas sem utilidade e janelas que não se abrem). A minha é, para mim e creio que para o meu homem (que já apresenta sinais do meu leve TOC), um espaço que me sorri quando chego e me faz sentir confortável, como se as coisas menos boas ficassem lá fora. E isto é superimportante para que a nossa casa seja o nosso oásis.

Encontrei uma empresa aqui em Barcelona que aluga espaços para eventos ou seções fotográficas. Nele encontrei um apartamento com o nome “Happy Loft”, ideal para inspirar a quem queira que a sua própria casa sorria.

fonte: Bcn Locations

Historia (5838)

HISTÓRIA | NÓRDICO EM TONS DE ROSA

Um pequeno apartamento ao mais encantador estilo nórdico, que nos deixa com um discreto sorriso no rosto ao deslumbrar a suavidade das cores e a mistura de detalhes com que este lar foi construído. Hoje, é apenas isto. Uma casa inspiradora, para que entremos no outono com vontade de renovar e dar uma volta ao nosso aconchego.

fonte: Alvhem

1 - Cópia

DICAS | OS 6 ARTIGOS DE DECORAÇÃO QUE TEM DE TER EM CASA

Certas peças podem fazer toda a diferença na decoração do seu lar, mas nem sempre sabemos aquilo em que apostar para ter um espaço mais personalizado. Para lhe dar uma ajuda, deixamos-lhe aqui as 6 peças de decoração indispensáveis para uma decoração mais moderna, em colaboração com o Habitissimo:

Uma peça colorida

Unsplash

Pode ser uma mesa, um aparador ou um sofá, desde que tenha uma cor diferente do comum. Dessa forma, consegue marcar a diferença e quebrar a monotonia do interior da sua casa, tornando a divisão mais alegre e personalizada. Se não tem um grande orçamento para comprar móveis novos, aproveite alguma peça que já tenha por casa e dê-lhe uma nova vida com a ajuda de um carpinteiro.

Acessórios nas paredes

Unsplash

Longe vão os tempos em que apenas se colocavam quadros nas paredes para decorar. Hoje em dia, pode usar vários objetos para preencher a sua parede, desde molduras, espelhos, plantas, pratos ou até luzes. Escolha os elementos que mais têm a ver consigo e com a decoração do local e deite mãos à obra. Verá que terá um espaço muito mais moderno no final!

Padrões nos azulejos

Unsplash

Esta é uma daquelas modas que veio para ficar, já que traz muita vida a um espaço. Pode usar os azulejos numa área maior ou menor, consoante o seu gosto pessoal, e escolher o padrão que mais lhe agrada, desde azulejos monocolores, com cores, ou com formas geométricas e diferentes desenhos. Seja qual for a opção escolhida, o interior da sua casa irá ter um aspeto muito diferente e original.

Traga o exterior para dentro de casa

Unsplash

Os objetos não precisam de estar restritos a apenas um espaço, podendo ser usados de formas muito versáteis. Por exemplo, pode usar uma cama de rede para decorar a sua sala de estar, ou usar objetos decorativos de exterior no interior da sua casa, para um visual diferente, mas acolhedor.

Almofadas e mais almofadas

Unsplash

Um dos objetos decorativos mais utilizados e que dificilmente podemos dispensar são as almofadas. Para além de serem confortáveis, ajudam a compor os ambientes e torna-los mais acolhedores. Escolha as cores, padrões e formatos de que mais gosta, conjugue-os, e veja a divisão ganhar uma nova vida diante dos seus olhos.

Charriot para arrumar a roupa

Unsplash

Se é fã de uma decoração moderna e funcional, saiba que o charriot é uma peça indispensável nesse tipo de ambientes. Esta peça tem um lado funcional, conseguindo espaço extra para arrumar as suas roupas, e um lado decorativo, já que é visualmente muito apelativa e ajuda a dar um toque diferenciado ao seu quarto. Escolha o modelo de que mais gosta e decore com o seu charriot para ter mais estilo na sua decoração.

Que achou das nossas escolhas? Diga-nos a sua opinião nos comentários!

Historia (5825)

HISTÓRIA | COMPREI UMA CASA HORRÍVEL #1

Vivi seis maravilhosos anos em Lisboa, é a cidade que me fez crescer… pois não tinha outro remédio. Sempre vivi em casas arrendadas, mas mudei-me de casas seis vezes. Adoro. Mudar e recomeçar é algo que tem de acontecer na minha vida, senão sinto-me estagnada. Há mais ou menos três anos e meio decidi fazer uma mudança um pouco maior e vim viver para uma cidade bem pertinho de Barcelona, mas aqui não consegui trocar de casa nem uma vez. Os aumentos ridículos das rendas fizeram que me mantivesse sempre na mesma casa. Até agora.

Eu e o meu namorado compramos a nossa primeira. Foguetes. Palmas. Alegria. Mas ela é horrível. O bom gosto é difícil de encontrar e os anteriores donos estavam bem longe de o ter por perto (pelo menos aos meus olhos críticos). Ele é cores estridentes na parede. É texturas esquisitas. É textos melancólicos em tipografia tipo romântica. É pavimentos castanhos combinados com todas estas cores e umas portas meio cinzentas… Bom, é tudo o que eu não queria na minha casa. Mas comprei-a. Não estou louca, só acho que a casa tem muitooooooo potêncial e está muito bem tratada (com mau gosto… mas não se pode ter tudo).

Ainda não tenho a data prevista para que me dêem a chaves, mas antes de entrar na casa vai passar por umas pequenas remodelações, essenciais para o meu cérebro não ficar pior do que já está. Principalmente, mudaremos todo o pavimento (à exceção da casa de banho e cozinha) e pintaremos toda a casa de um lindo, brilhante, cintilante e refrescante branco imaculado.

Nesta primeira publicação, partilho as primeiras inspirações, não sei se vai ficar alguma coisa parecida (rapidamente mudo de opinião), mas são as primeiras ideias. Pensamos numa mistura de minimalista, nórdico e detalhes industriais. No fim deixo umas fotos (de péssima qualidade… desculpem) do estado atual da casa. M-e-d-o!

 

Calma. Agora inspirem e expirem, lentamente… antes de passar às próximas fotos.

Nos próximos episódios do drama “A Casa Horrível” conto-vos mais detalhes e como a coisa está a avançar.

Tendencia (1185)

TENDENCIA | IKEA, CATÁLOGO 2020

Juro que todos os dias penso aqui neste meu cantinho, mas parece que há sempre qualquer coisa para fazer e por fazer… nem que seja a preguiça a bater à porta.

Estava eu atrapalhada no meu trabalho quando me ligaram da receção a dizer que tinha uma encomenda para mim… era o Ikea (sim, continuo a achar que a loja sueca mais famosa do mundo é a melhor opção para termos uma casa cheia de pinta e pronta para viver). Enviaram-me uma caixinha fechada a cadeado (para ter de sofrer ainda mais), dentro tinha café, bolachinhas e, como é lógico, o NOVO CATALOGO do IKEA para poder desfruta-lo num sofá qualquer.

Coincidência ou não, ainda ontem tinha estado na loja porque vou ter de comprar muitas coisinhas em breve, mas os detalhes destas compras ficam para outro dia. Para já deixo-vos com os meus dez preferidos à primeira vista (se conseguir faço outra publicação da segunda vista):

  1. SMART LIGHTING
  2. COLUNAS SYMFONISK
  3. GLOBO LINDRANDE
  4. CADEIRA ULRIKSBERG
  5. MESA DE APOIO LUBBAN
  6. TAPETE BRÖNDEN
  7. CESTA SNIDAD
  8. ESTRUTURA DE CAMA BJORKSNAS
  9. SECRETÁRIA LILLASEN
  10. CAPA DE EDREDÓN SÅNGLÄRKA

E as vossas preferidas quais são?

Não prometo o regresso, prometo que irei passar por aqui com mais frequência… quando a minha cabeça lhe apeteça. Sou muito de apetites 😉