TENDÊNCIA | AZULEJOS DE METRO

São uma mistura entre o estilo industrial e o vintage e neste momento vemos estes “pequeninos” em todo o tipo de projetos. São sem dúvida uma das grandes tendências em decoração de interiores e o Meu Rebuliço vai explicar muitas coisas sobre eles.

Foi em 1904 que este tipo de azulejo foi criado. Em Nova Iorque, precisam de encontrar um material duradoiro, fácil de limpar e com um aspeto bonito para revestir as paredes do metro da cidade. Foi escolhido então este material, com peças de 10x20cm, biseladas, de cor branca brilhante que, para além da resistência e da funcionalidade, tinha a cor perfeita para “iluminar” os sombrios tuneis do metro. Rapidamente esta “moda” estendeu-se a toda a rede de metro da cidade e a outras cidades, como Paris e Londres.

Os americanos também não tardaram em ver neste elemento o ideal para as suas cozinhas e casas de banho. São simples, fáceis de colocar, de limpar e dão um ar bastante elegante ao espaço.

Os anos passaram, os azulejos tipo metro (como ficaram conhecidos) foram aparecendo e desaparecendo das modas, entrando e saindo das tendências. Mas, hoje em dia, que vivemos uma tendência de mistura de estilos e voltas ao passado, eles estão por todo o lado. Existem brancos brilhantes, mate, biselados, sem serem biselados e de todo o tipo de cores. Casas de banho e cozinhas continua a ser o mais frequente, mas também já o vemos em pastelarias e locais comerciais.

No Meu Rebuliço, como é lógico, os preferidos são os branquinhos, biselados e brilhantes. Lembram um ambiente nórdico, aquecido pelo estilo vintage e irreverente como estilo industrial.

Adoro esta mistura e por isso, hoje, deixo-vos com os espaços mais giros com os tradicionais azulejos do metro de Nova Iorque.

| siga todas as novidades do Meu Rebuliço no facebook, instagram e pinterest |
Tags :

Também vai gostar:

Deixe um comentário

  Subscribe  
Notificar-me de