HISTÓRIA | HAPPY LOFT

Todos os que me conhecem minimamente sabem que sou esteticamente organizada, alguns dizem que tenho TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo). Não sei se chego a tanto, acho é que a malta é que é extremamente desorganizada e não consegue intender que cada coisa tem o seu sítio e todas elas têm que combinar para criar um espaço bonito e harmonioso. Assumo, há várias coisas que estou a tentar controlar, como: que uma roupa não pode ser estendida com molas de diferentes cores ou formas; a posição exata em que as coisas têm que estar, ao nível do grau mais para esquerda ou mais para a direita. Porque sei que me prejudicam no dia-a-dia e não me trazem nada de positivo (mesmo que eu adorasse que tudo estivesse perfeito aos meus olhos). E não venham dizer que é preciso muito tempo para tudo isto, tempo há sempre é preciso é ser organizado.

Tudo isto, para vos contar o quão importante é chegar a casa e sentir-nos que ela nos recebe com um sorriso. Este sorriso para cada um de nós pode ser muita coisa, no meu caso é que as coisas estejam no seu lugar e que haja espaço para respirar (odeiooooo bugigangas sem utilidade e janelas que não se abrem). A minha é, para mim e creio que para o meu homem (que já apresenta sinais do meu leve TOC), um espaço que me sorri quando chego e me faz sentir confortável, como se as coisas menos boas ficassem lá fora. E isto é superimportante para que a nossa casa seja o nosso oásis.

Encontrei uma empresa aqui em Barcelona que aluga espaços para eventos ou seções fotográficas. Nele encontrei um apartamento com o nome “Happy Loft”, ideal para inspirar a quem queira que a sua própria casa sorria.

fonte: Bcn Locations

Tags :

Também vai gostar:

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *