TENDÊNCIA | WABI-SABI

Nome estranho, para descrever um conceito japonês que nos faz apreciar as imperfeições, em todos os sentidos da nossa vida e, como é lógico, a decoração está presente.

Wabi-Sabi é uma filosofia, um conceito ou uma forma estética onde aprendemos a ver a beleza nas coisas imperfeitas, impermanentes e incompletas. Não existe uma tradução oficinal, mas poder-se-ia dizer que “Wabi” é a simplicidade, a beleza e o rústico, e o “Sabi” seria a beleza da idade, do desgaste e das rugas do tempo.

Nas características Wabi-Sabi incluem-se, entre outros aspetos, a assimetria, a rugosidade, a simplicidade e a modéstia. Está muito associado ao desapego, que muitas vezes já foi falado no Meu Rebuliço.

 

Algumas das publicações onde falo de desapego:

 

Na decoração, apreciarmos as imperfeições, é o primeiro passo para nos sentirmos bem com os nossos espaços. Saber apreciar a beleza dos nós da madeira, dos desníveis do pavimento antigo, das marcas no couro do sofá ou, até mesmo, do desgaste da pintura na parede, porque na filosofia Wabi-Sabi é isto que dá identidade a uma casa.

Neste conceito estético, não esperam que enchamos a casa de velharias, objetos desgastado e não pintemos as paredes. Pretendem que recuperemos peças antigas, com utilidade, mas que deixemos aquelas imperfeições que as fazem tão únicas.

As formas orgânicas e imperfeitas são a chave, como as loiças feitas à mão, tábuas de madeira imperfeitas, jarros artesanais, entre muitas outras. Outro ponto importante é a introdução de elementos da natureza, para lembrar as nossas origens.

Muito havia a dizer, mas o principal a reter é que temos que ver a parte bela das coisas imperfeitas e não esquecer o passado, senão recupera-lo.

Vejam o álbum Wabi-Sabi no Pinterest do Meu Rebuliço para verem mais imagens e, assim, perceberem melhor este conceito.
 

| siga todas as novidades do Meu Rebuliço no facebook, instagram e pinterest |

 

fontes: Revista Interiores e Japão em Foco

 

Tags :

Também vai gostar:

Deixe um comentário

  Subscribe  
Notificar-me de